Chuva irregular deste domingo trouxe ânimo, mas também prejuízos aos produtores rurais de Canoinhas

A chuva que caiu neste domingo em Canoinhas trouxe alento, mas também perdas aos agricultores. A precipitação era aguardada com ansiedade pelos produtores rurais que nas últimas semanas estavam vendo suas lavouras sucumbiram com as altas temperaturas e a falta de umidade.
Neste domingo, 16, algumas propriedades foram contempladas com chuva. Na região da Fartura, pluviômetros chegaram a registrar até 20 milímetros. No Centro de Canoinhas, de acordo com a estação da Epagri/Ciram, caiu somente 6mm. Outras localidades, como a do Parado, o pó ainda permanece e a safra de verão continua sofrendo com a estiagem.
“O milho está em fase de floração e estima-se perda de 60% em algumas lavouras. O feijão também não é diferente. Foi prejudicado com o excesso de chuva de outubro tendo várias áreas destruídas. O que sobrou ainda foi afetado pela seca”, comenta o secretário de Desenvolvimento Rural, Edison Kuroli.
Na região de Valinhos, a chuva veio com rajadas de vento e granizo prejudicando especialmente a cultura do tabaco.
 
Previsão
Segundo a previsão da Epagri/Ciram, a partir da tarde desta segunda-feira, ocorre pancadas de chuva com raios de forma isolada na maior parte de Santa Catarina permanecendo o risco de temporais localizados. Um cavado sobre o Sul do Brasil associado a uma frente estacionária deve trazer pancadas de chuva com raios na madrugada de terça de forma mais isolada e a partir da tarde em todas as regiões de forma mais ampla.
Entre 22 e 31 de dezembro, há previsão de chuva frequente em SC, concentradas especialmente no período da tarde e noite, e por vezes na madrugada, característica de verão especialmente entre os dias 22 e 27. Nos dias seguintes, a chuva dá uma pequena trégua.